Águas calmas são profundas.

  O mar sempre me fascinou.

O som das ondas quebrando na costa, as pequenas ondinhas que continuavam e se juntavam com a areia na praia que me lembravam leite achocolatado. Até mesmo os tsunamis me encantavam. Como pode a água ter tanta força assim? Ela está calma, e quando percebemos, varre uma cidade inteira e destrói tudo que vê pela frente. A água é capaz de feitos absurdos.
  É engraçado imaginar que somos 70% água, e que se a Lua consegue afetar grande parte do planeta azul em que vivemos, o que impede de fazer o mesmo conosco? Bom, isso é um debate para outras pessoas, com um entendimento especializado.
  De qualquer forma, ainda acho o mar algo magnífico. Nada na terra pode se comparar a força e os mistérios que lá se encontram.
  Há a Fossa das Marianas, o lugar mais profundo do oceano. Há também piscinas naturais, córregos, rios e riachos. Da mesma forma que, em nossa mente, temos nossos pensamentos mais íntimos e profundos, que apenas nós mesmos conhecemos, e outros que mostramos ao mundo, para apreciar ou até mesmo para que os outros aprendam com as nossas qualidades questionáveis. Um rio poluído segue sendo um rio.
  Certa vez, observando uma pequena ilha isolada da costa de Santa Catarina, avistei outra mais à fundo, e se fizesse um pouco mais de força, dava para ver um navio de carga passando. Ninguém na praia ia muito além de onde dava pé, mesmo que houvesse uma ilha há alguns metros. Seria necessário nadar, mas ainda assim era acessível.
  É muito comum termos medo do desconhecido, e chega a ser surpreendente como conhecemos mais do próprio espaço sideral que o mar, que está tão perto. De certa forma, o mar realmente chega a ser mais misterioso, e se pensarmos bem, a curiosidade e o medo andam de mãos dadas.
  Tem gente que surta se alguma coisa passa pelo seu pé na água. Claro, ao mesmo tempo que pode ser, sim, uma água-viva, pode ser uma alga ou uma sacola, que é bem mais provável, infelizmente. E imaginar que, mais à fundo, há criaturas tão majestosas e grandiosas, mas ao mesmo tempo, desconhecidas.
  Lembro de ter visto vários vídeos de pescadores que, em algum momento da filmagem, baleias davam um show com suas caudas ou jatos d’água. E em nenhum momento era possível vê-las, até que ficassem distantes o suficiente e se faziam aparecer. E olha que elas são animais gigantescos.
  Ao analisar essas informações sobre o mar e seus derivados, percebi o quão similar é com o que temos em nossas vidas, e que não percebemos por pura distração.
  Vemos nosso nariz toda hora, mas nosso cérebro prefere escondê-lo, e é da mesma forma com as coisas da vida.
  Quantos recursos deixamos de aproveitar da ilha em que estamos porque não tentamos ver, e por isso desejamos chegar na outra ilha, e quem sabe, acompanhar as cargas do navio e ser levados para onde o vento quiser. Contanto que a maré não abaixe, talvez esteja tudo bem.
  Presos na imensidão do desconhecido e em nossas ambições, não percebemos a natureza que nos abraça.
  A Lua reflete a luz do Sol, mas por que não refletimos a luz que nos é dada?
  Os recursos ainda estão na ilha.
  Não permita que eles só sejam vistos quando já não estão mais a seu alcance. Que possamos aproveitar o balanço do barco quando as baleias passam, e não apenas a visão de suas caudas quebrando a água. A vida e seus recursos estão aqui, em baixo de nossos narizes. Só espero que nossos cérebros nos deixe apreciá-las, a partir de agora.
  Águas calmas são profundas.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 267

” Girl From SP! ” No dia em que a terra da garoa completa seus 468 anos, em meio a uma terça quente batendo 37 graus, nossa menina tupiniquim não podia estar de fora desta capa. Caroline Sanches, 27 aninhos, nutricionista, faz história na terra da oportunidade, nossa querida São

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 266

” Duelo de Titãs ” Brincando com as palavras em um divertido post do nosso querido Militar tupiniquim; Thiago Sanches, ele pousou neste close em destaque no pôr-do-sol mágico de Maresias, quintal do nosso Bicampeão mundial de surf; Gabriel Medina! Curtindo o verão em folga mais que merecida pelo litoral

TODA VERSATILIDADE DE MACRAMÉ

O macramê (do árabe makrama “guardanapo” ou “toalha”) é uma técnica de tecelagem manual que consiste no uso de nós originalmente usada para criar franjas e barrados em lençois, cortinas toalhas etc. É mais do que provável que tenha surgido com a evolução natural dos nós básicos para um trabalho mais elaborado. por ser uma técnica muito boa para

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 265

“Lar doce lar” Seja muito bem vinda queria amiga Maria Eduarda Baracat Sanchez, após o termino da festas e compromissos familiares a Fazenda Bandeira recebeu ontem o retorno da família, nada melhor que estar em casa com nossos familiares e receber o carinho de todos,  com as energias renovadas,  Dr.

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 264

” P&B ” Já viu a nova campanha infantil da Johnson & Johnson ? Claro que não! esse retrato preto & branco é tão natural e vivo quanto um distante comercial de TV, que sabe lá, quem são os personagens do enredo. Este em questão; é de uma das flores

DEU a LOUCA na DRICA ESTÉTICA e BRONZE

A Drica como você, mulher pensa e quer está bronzeada e arrasando no Carnaval, pele bronzeada e com a aquela marquinha… E aqui alguns BENEFÍCIOS do BRONZEAMENTO Aumenta sua Autoestima Aumenta o Desejo Sexual Absorção vitamina A, C, D e EBomba de hidratação da hidratação da sua pele, além das

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 263

” My Gód ” Como diria meu querido amigo Luciano Huck; soletrando! Meus caros, soletre; UMA AFRONTA! é assim que defino essa surra de click da minha favorite girl: “Ana Luiza Sanches “. A digital influencer tupiniquim, que além de arrastar multidões de likes em sua redes sociais, com seus

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 262

” OMG ” Não dou conta de tanta beleza em uma foto só, com um pôr do sol épico ao fundo, modéstia parte & suspeito a falar; ” Giovanna Sartori ” é o rostinho número 1 no meu top Five do; 014 ao 018, que male male cabe em uma

Rolar para cima