Como uma pedra enorme sobre minhas costas é como venho sentindo a vida nos últimos tempos. Isso não se aplica apenas a mim, entretanto.
  Fiquei um bom tempo sem escrever, nem reflexões e muito menos mensagens a amigos ou entes queridos; a sensação de dever pode nos exaustar de vez em quando. Nem sempre estamos bem e dispostos, e saber reconhecer quando estamos assim e que merecemos de um tempo para nos restaurar é bom.
  Durante esse período de cerca de um mês sem colocar meus pensamentos em textos, tive algumas experiências que, por mais simples que fossem, mexeram um pouco comigo.
  Todos os dias nos deparamos, muitas vezes, com coisas, pessoas e lugares que começaram a fazer parte de uma rotina, e aquela magia, aquele ar especial que tinha no começo vai se esvaindo e quando percebemos, tudo isso se torna parte daquela frase tão frustrante:

“É só a vida”

  Por muito tempo eu pensei dessa forma, mas aos poucos fui mudando a minha perspectiva quanto aos prazeres e o que nos faz bem. Tem vezes que me perco no desespero e vou contra minhas constatações, entregando a minha evolução para a frustração. Isso me chatearia, mas sei que o ser humano é inconstante, então não vale a pena remoer os erros ou pedras no caminho.
  Nós poderíamos ficar presos no Mito de Sísifo, que resumindo é o infortúnio da inutilidade dos nossos atos, já que nada faz sentido mas aí que está o segredo da vida; não é sobre considerar em vão o que fazemos, é sentir o prazer de estar em ação, de poder fazer algo. Se algo é feito, não é inútil.
  A humanidade busca dar sentido para tudo, e se formos pensar, é isso que nos mantém vivos e seguindo em frente como pessoas e como seres. É o valor emocional que também pode ser aplicado na lei de oferta e procura. É isso que faz as coisas valerem a pena.
  Qual o sentido de onze pessoas correrem atrás de uma bola pra chutar dentro de um alvo? Qual o sentido de nos expressarmos, algo que fazemos desde os princípios da comunicação, seja por sons ou desenhos? É a paixão pelo que fazemos. O prazer que nos proporciona ao nos permitirmos fazer o que nos faz bem é o que nos move.
  Li em algum lugar uma frase que dizia o seguinte: “Pensávamos que estávamos apenas nos divertindo, quando na verdade estávamos criando memórias” e isso me abriu os olhos como se eu estivesse dormindo e finalmente consegui entender o sonho que tive.
  Sim, eu sei que é difícil ver por esse lado por vários motivos, mas é aos pouquinhos que chegamos lá. É de grão em grão que a galinha enche o papo.
  Os ciclos se encerram e outros começam, essa é a lei da vida. Todo ano as estações retornam e as árvores repetem suas ações. Na Primavera elas florescem, no Verão elas servem de refúgio quando fugimos do calor, no Outono as folhas caem e dão espaço para a neve que cai no Inverno. E é assim todos os anos.
   Qual o problema daquele namorico da adolescência ter durado apenas alguns meses e que parecia que a dor iria durar para sempre? Por que não aceitar aquela proposta de emprego só porque não temos experiência? Por que não mudar o corte de cabelo ou até mesmo a cor? Por que não provar um novo sabor de pizza no final de semana? Experimentar é a chave pra uma vida longa, não de tempo, mas de experiências e memórias, que no final é apenas o que vai nos restar e por mim, o que também vamos nos tornar. Portanto, só cabe a nós fazer que tudo valha a pena.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 312

Laiana Scaranello, Geminiana da vizinha   Adamantina SP , dona da frase…Apenas por diversão Evoluir leva tempo, mas vale a pena. celebra hoje o dia de seu nascimento como um raio de luz que nos invade com tanta beleza não ia passar em branco, bjs meu amor, Que Deus te abençoe e

Ciranda Cultural – Oficinas Culturais

No dia primeiro de maio teve início, em Tupã, o Projeto CIRANDA CULTURA, realizado pelo Instituto Luiz Bertazzoni de Artes e Cultura. O projeto tem por objeto oferecer às crianças e adolescentes do município oficinas de artes gratuitas em diversos segmentos artísticos, como Ballet, Capoieira, Teatro, Música, Zumba entre outros.

DU CHEFF PIZZARIA TUPÃ – ESPAÇO PRESENCIAL – VISITA TECNICA

È AMANHA …..19h30 Inauguração da Ducheff Pizzaria em modo Presencial, ou seja todo o sabor e excelente atendimento nem ambiente amplo e aconchegante, grandes novidades em um novo cardápio e muitas novidades, os Cheffs Isau Veríssimo e Daniel Medeiros , esperaram a pandemia passar e fizeram tudo com muito bom

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 311

“ Embaixador “ Na melhor versão Gusttavo Lima, o guapo tupiniquim: “ Victor Fernandes “ foi assunto mais uma vez em meio aos flashs, do lance, no último FDS. O jovem gato que acaba de assinar sua carteira em novo conglomerado agrícola da nossa estância, fazendo jus ao estilo de vida

as quatro estações de vivaldi em recanto Motel

A Semana mais romântica do ano está chegando e Recanto traz para você a IV Love Week- nos inspiramos nas 4 estações para que possamos refletir que cada um de nós somos um universo de possibilidades … e vivemos momentos diferentes que precisam ser compreendidos … quando esse universo compartilha

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 310

No mundos dos fashionistas , Moda é coisa de indústria e Estilo cada um tem o seu, como diária “Glorinha Calil”, acho que assim definimos, a criatividade e bom gosto de Fla Baracat, a cada pesquisa para a nova estação ele faz bonito além da pesquisa in loco, ansioso para

odair marcuzzo 70 anos

FAMILIA MARCUZZO, é sempre um grande aprazer estar com vocês, primeiro por todo o carinho e acolhimento com todos, Silvana e Ana Paula, tenho certeza que o Odair esta muito Feliz, todos os detalhes estavam impecáveis, a muito tempo um sábado não estava tão badalado em terra tupiniquins, alias estávamos

03 aninhos do DUDU

Os queridos Amanda e Ricardo Manzano receberam no sábado no Buffet Maquina da Alegria os amigos, vips e familiares para celebrar os 03 anos de Eduardo DUDU Manzano, os avós Lucilene  e Marcelo Sabatine, Martha e Valter Manzano também compartilharam deste momento de muita alegria, e brincadeiras, Dudu espoleta como

Rolar para cima