7º FESTIVAL DE LITERATURA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE TUPA

O  7º Festival  de literatura da Estancia turística de Tupã é  ação cultural realizada pelo Instituto Luiz Bertazzoni de Artes e Cultura à sociedade tupãense como contrapartida ao edital nº 04/2021 aberto pela Prefeitura de Tupã com recursos oriundos da Lei Federal “Aldir Blanc” (Lei nº 14.017/2020).

“O resgate desse festival, feito pelo Instituto Luiz Bertazzoni de Artes e Cultura,  é de suma importância, pois é uma ação que tem como um de seus principais objetivos,  incentivar a leitura”, disse o prefeito Caio Aoqui. E isso vai de encontro ao proposto por esse edital aberto pela Prefeitura de Tupã, assim, mesmo durante a pandemia, pudemos promover ações que valorizem o desenvolvimento da criação literária de nossas crianças e artistas”, finalizou.

O 7º Festival de Literatura, compõe o Prêmio Nacional de Artes da Estância Turística de Tupã, criado pela Lei Municipal nº 4.650/13, de autoria do, então vereador,   hoje Subsecretário de Cultura de Tupã, Luís Carlos Sanches. “Os Festivais criados pela Lei Municipal nº 4.650/13 tem o objetivo de estimular e incentivar as ações culturais e a produção cultural em nosso município. Pensado como forma de também contribuir com o desenvolvimento do turismo local, os festivais são um poderoso instrumento para o desenvolvimento cultural e econômico de nossa estância turística.” Comentou Luís Carlos.

Já em fase de finalização, o 7º Festival de Literatura contou com várias ações realizadas em parceria com a Secretaria de Educação, e as Academias de Letras de nosso município. A ACLAT, Academia de Ciências Letras e Artes de Tupã e a AELAT, Academia Estudantil de Letras e Artes de Tupã. Já o concurso de Poesias, outra ação do Festival, contou com a participação de vários poetas e escritores de nossa cidade. Compuseram o corpo de juradas competentes que escolheram as poesias e frases, as professoras Iolanda Constantino Soler, Maria Célia Fernandes e Zilá Soler Fernandes Herrero. As poesias e frases selecionadas, farão parte de uma antologia, um livro contento todos esses  trabalhos, o qual será lançado em data próxima.

Lei Aldir Blanc

Segundo o presidente do Instituto Luiz Bertazzoni Charles dos Passos, esses editais abertos com recursos da Lei Aldir Blanc, são de suma importância para os artistas poderem voltar a produzir após esse período de pandemia. “Vimos a necessidade de realizar festivais, mostras, ações  e eventos culturais, durante a pandemia e esses recursos vieram em momento mais que oportuno. Nosso Festival de Literatura pôde motivar e incentivar os escritores e poetas de Tupã, e só foi realizado graças à Lei Aldir Blanc.  Tupã conta com 3 academias de letras, e vários escritores e poetas, enfatizou Charles.

Homenageado

Já é uma tradição que em todos os Festivais realizados pelo Instituto Luiz Bertazzoni de Artes e Cultura, seja homenageado um artista do segmento. Assim também é feito na Mostra Fênix de Linguagens Cênicas. E o homenageado do 7º Festival de Literatura – Prêmio Nacional de Artes da Estância Turística de Tupã é o escritor e poeta “Carlos Marcos Faustino”. Faustino é Poeta, Escritor e Ator. Ele é formado em Ciências Contábeis – Faculdade Ciências Contábeis de Lucélia, Direito   – Faculdade de Direito da Alta Paulista- FADAP- Tupã e Letras – Unimar- Universidade de Marília- Campus Tupã. É ator do Grupo Fênix de Teatro desde dezembro de 2007, participando de várias produções como “Lampião e Maria Bonita no Reino Divino, “A Fantástica Batalha do Viajante Maltrapilho”, “Kworo Kango, Histórias e Memórias”, “As Aventuras de Pedro contra a Dengue”, entre outra. Como escritor e poeta, participou de diversas antologias publicadas pelo país. Também é membro das Academias de Letras Tuãenses ACLAT e ATLECA.

Haverá uma cerimônia de entrega dos livros e troféus aos participantes que será definida assim que houver a publicação da antologia.

A programação completa do evento será divulgada em breve.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

João Paulo Machado Mantovani

Em nossa agenda cheia de hoje vamos conhecer um pouco sobre joão paulo machado mantovani curriculo: Possui graduação em Engenharia Agronômica Universidade do Oeste Paulista (2008). Pós Graduação (lato senso) em Gestão de Empresas pela Federação Getúlio Vargas. Mestrado em Agronomia na Área de Produção Vegetal pela Universidade do Oeste

Dieta/Alimentação para os iniciantes de musculação.

Salve Rapaziadinha Leonardo Monteiro na área! O que eu devo comer quando começo a treinar ? Devo focar em emagrecer ou ganhar músculos ? Tenho que cortar os carboidratos para emagrecer agora que estou fazendo academia ?     . Perguntas frequentes no nosso meio, tanto pra quem está começando

𝐀𝐑𝐑𝐀𝐈𝐀́ 𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐎𝐂

🗣 ÓIA COBRAAA… SENTEI 🐍 🏳️‍🌈 Pocfest Produções Apresenta: 🤠🌽 𝐀𝐑𝐑𝐀𝐈𝐀́ 𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐎𝐂 🌽🤠(ATÉ O SOL RAIÁ – 5hrs de festa + After) 📆 SAVE THE DATE: 2 de JulhoSábado – Dás 23h às 7h (8hrs de festa) 📍Local: @portalbarepub Vocês pensaram que não ia ter Quermesse né?Pois então já

Cripto Day

‼️ Ladies and gentleman! ‼️🎩 Estamos a instantes do Cripto Day, preparados ? 🫢 Uma nova éra, chegou a sua vez de conquistar o novo, bem vindos ao mundo lance certo. 💪👌 🗓 01.Julho (sexta-feira) a partir das 19h00 no Célimo buffet em Tupã-SP, vamos celebrar esse marco em vossas

Tiago Baracat Sanchez e Mariana Flacon

Aconteceu sob a benção dos pais convidados, e o jet set tupiniquim a confirmação do matrimonio do casal Tiago Baracat Sanchez e Mariana Flacon, A  Usina São Domingos Catanduva SP.  foi o palco desta magnifica festa com tudo de bom que ocasião merecia, Aos noivos só posso desejar felicidades.

COLETIVO TIBIRA – LGBTQPIA+

Surge em 19 de fevereiro de 2022. O Coletivo, sob convergência do mártir Tibira do Maranhão, da Revolta de Stonewall e dos movimentos LGBTQPIA+ do Brasil, acaba nascendo tendo um pouco de cada um destes registros históricos. Tupã é uma cidade referência quanto as questões indígenas, tendo forte influencia desde

Elizabeth e Maria Victoria

Final de semana passado o Vale do Canaã viveu um verdadeiro conto de fadas: Contos de fadas são encontrados tanto em tradições orais quanto em literárias. O nome “conto de fada” foi concebido pela primeira vez por Marie-Catherine d’Aulnoy no final do século XVII. Muitos dos contos de fadas atuais evoluíram de histórias seculares,

Rolar para cima