“INSITUTO LUIZ BERTAZZONI DE ARTES E CULTURA CRIA PRÊMIO “MESTRES DA CULTURA TRADICIONAL DE TUPÃ E REGIÃO.

O Instituto Luiz Bertazzoni de Artes e Cultura, ampliando suas atividades,  cria o Prêmio “Mestre da Cultura Tradicional de Tupã e Região”.

O pontapé inicial se deu com o início das discussões para a criação do Sistema Municipal de Cultura, no ano de 2008 quando, o então, vereador Luís Carlos Sanches, reuniu a classe artística e cultural em grandes conferências, o que resultou na criação da Lei “Cidinha Faleiros”, Lei Ordinária nº 4.560 de 23 de outubro de 2011.

Já em seu artigo 1º, inciso VIII a lei cita um objetivo muito importante que é: “Fortalecer as identidades locais, através do incentivo à criação, produção, pesquisa, difusão e PRESERVAÇÃO das manifestações culturais.”. E completa, em seu inciso XI, outro objetivo primordial: “Levantar, divulgar e PRESERVAR o patrimônio cultural do município e as memórias, materiais e imateriais da comunidade e do Município.”.

“A ideia da criação desse prêmio nasceu como uma necessidade do Instituto Luiz Bertazzoni continuar colaborando, de forma ativa, com o desenvolvimento das políticas públicas culturais e auxiliando, incentivando, valorizando e ajudando a preservar a produção cultural e artística do município.”. Explicou Charles dos Passos, Presidente do Instituto.

“Baseado nessa lei, o Instituto Luiz bertazzoni criou o Prêmio “Mestre da Cultura Tradicional de Tupã e Região” que tem como objetivo principal, justamente a PRESERVAÇÃO das culturas tradicionais da nossa cidade. O prêmio institui uma política de transmissão dos saberes e fazeres de tradição popular em diálogo com a comunidade, para o fortalecimento da identidade e ancestralidade do povo tupãense por meio de reconhecimento político, econômico e sócio cultural daquelas pessoas consideradas Mestres de tradição popular.

Neste sentido, o prêmio é parte integrante das estratégias de ação prevista no Plano Nacional de Cultura e do Plano Municipal de Políticas Culturais que propõe a criação de políticas de transmissão dos saberes e fazeres das culturas populares e tradicionais, por meios de mecanismos de reconhecimento formal dos mestres populares e leis específicas, bolsas de auxílio, integração com o sistema de ensino formal, estudo e sistematização de pedagogias e circulação de seus saberes e fazeres.

Os objetivos da criação do Prêmio “Mestre da Cultura Tradicional de Tupã e Região” e suas ações também estão amparados pelo artigo 216 da Constituição Federal de 1988.”. Continuou Charles.

As regras e condições para a participação dos interessados estão sendo definidas pela Diretoria do Instituto Luiz Bertazzoni e, em breve, serão divulgadas em Edital competente.

É certo que todo e qualquer fazedor, mantenedor, conhecedor de saberes e fazeres tradicionais, poderá participar nas mais variadas vertentes, tais como: Rituais e festas tradicionais; Capoeira; Músicas, cantos e danças; Narrativas simbólicas, histórias e outras narrativas orais; Educação e processos próprios de transmissão de conhecimentos; Medicina popular; Culinária; Literatura; Contos; Arquitetura; Manejo, plantio e coleta de recursos naturais; Jogos e brincadeiras; Arte, produção material e artesanato; Desenhos, grafismos, xilogravuras e outras formas de expressão simbólica; Textos escritos; Teatro e histórias encenadas; Audiovisual, CDs, cinema, e etc.

“Haverá premiação em dinheiro, entretanto o mais importante é que o Prêmio “Mestre da Cultura Tradicional de Tupã e Região” tem por objeto identificar, registrar, divulgar, fomentar as manifestações culturais tradicionais, e certificar, titularizando os Mestres da Cultura Tradicional de Tupã. Contribuindo para a proteção, preservação e a transmissão dos saberes e fazeres.” Finalizou o Presidente.

Com isso, o Instituto Luiz Bertazzoni de Artes e Cultura, mais uma vez, age como protagonista de ações concretas para contribuir com a preservação e continuidade das culturas tradicionais e com a consolidação das políticas públicas voltadas à cultura de nossa cidade.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

João Paulo Machado Mantovani

Em nossa agenda cheia de hoje vamos conhecer um pouco sobre joão paulo machado mantovani curriculo: Possui graduação em Engenharia Agronômica Universidade do Oeste Paulista (2008). Pós Graduação (lato senso) em Gestão de Empresas pela Federação Getúlio Vargas. Mestrado em Agronomia na Área de Produção Vegetal pela Universidade do Oeste

Dieta/Alimentação para os iniciantes de musculação.

Salve Rapaziadinha Leonardo Monteiro na área! O que eu devo comer quando começo a treinar ? Devo focar em emagrecer ou ganhar músculos ? Tenho que cortar os carboidratos para emagrecer agora que estou fazendo academia ?     . Perguntas frequentes no nosso meio, tanto pra quem está começando

𝐀𝐑𝐑𝐀𝐈𝐀́ 𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐎𝐂

🗣 ÓIA COBRAAA… SENTEI 🐍 🏳️‍🌈 Pocfest Produções Apresenta: 🤠🌽 𝐀𝐑𝐑𝐀𝐈𝐀́ 𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐎𝐂 🌽🤠(ATÉ O SOL RAIÁ – 5hrs de festa + After) 📆 SAVE THE DATE: 2 de JulhoSábado – Dás 23h às 7h (8hrs de festa) 📍Local: @portalbarepub Vocês pensaram que não ia ter Quermesse né?Pois então já

Cripto Day

‼️ Ladies and gentleman! ‼️🎩 Estamos a instantes do Cripto Day, preparados ? 🫢 Uma nova éra, chegou a sua vez de conquistar o novo, bem vindos ao mundo lance certo. 💪👌 🗓 01.Julho (sexta-feira) a partir das 19h00 no Célimo buffet em Tupã-SP, vamos celebrar esse marco em vossas

Tiago Baracat Sanchez e Mariana Flacon

Aconteceu sob a benção dos pais convidados, e o jet set tupiniquim a confirmação do matrimonio do casal Tiago Baracat Sanchez e Mariana Flacon, A  Usina São Domingos Catanduva SP.  foi o palco desta magnifica festa com tudo de bom que ocasião merecia, Aos noivos só posso desejar felicidades.

COLETIVO TIBIRA – LGBTQPIA+

Surge em 19 de fevereiro de 2022. O Coletivo, sob convergência do mártir Tibira do Maranhão, da Revolta de Stonewall e dos movimentos LGBTQPIA+ do Brasil, acaba nascendo tendo um pouco de cada um destes registros históricos. Tupã é uma cidade referência quanto as questões indígenas, tendo forte influencia desde

Elizabeth e Maria Victoria

Final de semana passado o Vale do Canaã viveu um verdadeiro conto de fadas: Contos de fadas são encontrados tanto em tradições orais quanto em literárias. O nome “conto de fada” foi concebido pela primeira vez por Marie-Catherine d’Aulnoy no final do século XVII. Muitos dos contos de fadas atuais evoluíram de histórias seculares,

Rolar para cima