“INSITUTO LUIZ BERTAZZONI DE ARTES E CULTURA CRIA PRÊMIO “MESTRES DA CULTURA TRADICIONAL DE TUPÃ E REGIÃO.

O Instituto Luiz Bertazzoni de Artes e Cultura, ampliando suas atividades,  cria o Prêmio “Mestre da Cultura Tradicional de Tupã e Região”.

O pontapé inicial se deu com o início das discussões para a criação do Sistema Municipal de Cultura, no ano de 2008 quando, o então, vereador Luís Carlos Sanches, reuniu a classe artística e cultural em grandes conferências, o que resultou na criação da Lei “Cidinha Faleiros”, Lei Ordinária nº 4.560 de 23 de outubro de 2011.

Já em seu artigo 1º, inciso VIII a lei cita um objetivo muito importante que é: “Fortalecer as identidades locais, através do incentivo à criação, produção, pesquisa, difusão e PRESERVAÇÃO das manifestações culturais.”. E completa, em seu inciso XI, outro objetivo primordial: “Levantar, divulgar e PRESERVAR o patrimônio cultural do município e as memórias, materiais e imateriais da comunidade e do Município.”.

“A ideia da criação desse prêmio nasceu como uma necessidade do Instituto Luiz Bertazzoni continuar colaborando, de forma ativa, com o desenvolvimento das políticas públicas culturais e auxiliando, incentivando, valorizando e ajudando a preservar a produção cultural e artística do município.”. Explicou Charles dos Passos, Presidente do Instituto.

“Baseado nessa lei, o Instituto Luiz bertazzoni criou o Prêmio “Mestre da Cultura Tradicional de Tupã e Região” que tem como objetivo principal, justamente a PRESERVAÇÃO das culturas tradicionais da nossa cidade. O prêmio institui uma política de transmissão dos saberes e fazeres de tradição popular em diálogo com a comunidade, para o fortalecimento da identidade e ancestralidade do povo tupãense por meio de reconhecimento político, econômico e sócio cultural daquelas pessoas consideradas Mestres de tradição popular.

Neste sentido, o prêmio é parte integrante das estratégias de ação prevista no Plano Nacional de Cultura e do Plano Municipal de Políticas Culturais que propõe a criação de políticas de transmissão dos saberes e fazeres das culturas populares e tradicionais, por meios de mecanismos de reconhecimento formal dos mestres populares e leis específicas, bolsas de auxílio, integração com o sistema de ensino formal, estudo e sistematização de pedagogias e circulação de seus saberes e fazeres.

Os objetivos da criação do Prêmio “Mestre da Cultura Tradicional de Tupã e Região” e suas ações também estão amparados pelo artigo 216 da Constituição Federal de 1988.”. Continuou Charles.

As regras e condições para a participação dos interessados estão sendo definidas pela Diretoria do Instituto Luiz Bertazzoni e, em breve, serão divulgadas em Edital competente.

É certo que todo e qualquer fazedor, mantenedor, conhecedor de saberes e fazeres tradicionais, poderá participar nas mais variadas vertentes, tais como: Rituais e festas tradicionais; Capoeira; Músicas, cantos e danças; Narrativas simbólicas, histórias e outras narrativas orais; Educação e processos próprios de transmissão de conhecimentos; Medicina popular; Culinária; Literatura; Contos; Arquitetura; Manejo, plantio e coleta de recursos naturais; Jogos e brincadeiras; Arte, produção material e artesanato; Desenhos, grafismos, xilogravuras e outras formas de expressão simbólica; Textos escritos; Teatro e histórias encenadas; Audiovisual, CDs, cinema, e etc.

“Haverá premiação em dinheiro, entretanto o mais importante é que o Prêmio “Mestre da Cultura Tradicional de Tupã e Região” tem por objeto identificar, registrar, divulgar, fomentar as manifestações culturais tradicionais, e certificar, titularizando os Mestres da Cultura Tradicional de Tupã. Contribuindo para a proteção, preservação e a transmissão dos saberes e fazeres.” Finalizou o Presidente.

Com isso, o Instituto Luiz Bertazzoni de Artes e Cultura, mais uma vez, age como protagonista de ações concretas para contribuir com a preservação e continuidade das culturas tradicionais e com a consolidação das políticas públicas voltadas à cultura de nossa cidade.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

energia solar – SINERGIA

Estamos colaborando para criar soluções energéticas eficientes. Descubra SINERGIA. O futuro depende do trabalho sustentável que fazemos hoje. Com eficiência em . eficiência Energia Solar. Sustentabilidade. O que é Energia Solar Fotovoltaica? É o resultado da conversão da energia solar em energia elétrica, possibilitando a sua utilização doméstica, comercial, industrial

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 226

Maria Eduarda Baracat Sanchez, celebrou mais um ano de vida recentemente, muitas mensagens, muitos, presentes, grandes carinhos para lembrar o quanto é querida  a matriarca  nos altos da Fazenda Bandeira, um brinde especial a esta data querida Maria Flavia Baracat Sanchez acompanhou todos os destelhes de perto para o editorial

ANA PAULA MARCUZZO E SILVINHO CALDERARO A FESTA

O pensamento que a festa foi um marco na volta a quase normalidade, foi compartilhado por todos, após a cerimonia religiosa o casal Ana Paula e Silvinho receberam os convidados no CTA da CAMAP no BUFFET MIRIAN MARIA, já no local a suntuosidade de um jardim, branco, que a paz

ANA PAULA E SILVINHO CALDERARO – IGREJA MATRIZ DE SÃO PEDRO 08/10/2021

Marcando para muitos a volta a quase normalidade dentro de todos os protocolos de saúde Ana Paula e Silvinho, sob a benção de seus pais (ela) Odair e Silvana Marcuzzo, (ele) Diva “Bellynha” e Silvio Calderaro,   reuniram os  amigos, familiares e famosos em uma cerimônia com muita pompa e circunstância

OUTUBRO ROSA

OUTUBRO ROSA O PODER DOS ALIMENTOS NA PREVENÇÃO Iniciamos o mês de outubro, o mês de prevenção ao câncer de mama. O câncer de mama atinge cerda de 24,5% dos casos novos de câncer em mulheres, sabendo que o câncer de mama tem uma herança autossômica, ou seja, se um

SOCIAL BY MARÔ vIANA – ANO I – EDIÇÃO 225

ELAS FAZEM O BEM, resumindo tudo, muita solidariedade , carinho, amor, e arracadão de alimento com muito exito, costumo dizer que nossa terra é abençoada, cerca de 270 pessoas estiveram prestigiando o evento, o palco foi cedido pelo RESTAURANTE LÁ EM CASA,  e contamos ainda com vários apoiadores desta cauda

Rolar para cima