o vai e vem do ponteiro

Neste exato momento, em algum lugar, os ponteiros do relógio estão batendo. O tempo não para e esse é o fato mais agridoce que existe.
Desde pequeno era fascinado pelo tempo e como ele funcionava, me aprofundei em assuntos como relatividade, física quântica e filosofia cartesiana. Em algum momento até acreditei na possibilidade de parar o tempo para poder aproveitar melhor o momento.
A existência é uma bagagem que, se não soubermos administrar, se torna pesada demais para carregar e ficamos amargurados. Por conta disso, às vezes esquecemos que o tempo vai passando, e continuamos a colecionar problemas; alguns deixamos guardados na mochila, mas outros estão expostos em prateleiras.
Me lembro do meu primeiro dia de aula no Ensino Fundamental e essa semana se encerra meu primeuro ano de faculdade. Minha primeira lembrança eu sequer sabia andar. Eu não vi o tempo passar, e tenho medo que seja assim daqui em diante.
Quantos encontros e sorrisos deixamos de dar porque não tínhamos tempo? Quantos amores deixamos de viver por medo de o tempo investido não valer a pena no final (sempre vale)? Eu odeio despedidas. Mas é o momento mais honesto dos encontros, pois depois dos interesses só nos resta a verdade, e esta é que a saudade fica, mas o amor também.
Faça seu tempo valer a pena, não sabemos quanto temos. Faça atividades que gosta, fale sobre assuntos que te interessam, se não for para alguém, que seja para os ventos; eles estão aqui por todos nós. O ano está acabando, o tempo se renova, e nós estamos reféns do que ele nos traz, mas o que faremos com isso é o que nos torna mais humanos.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

João Paulo Machado Mantovani

Em nossa agenda cheia de hoje vamos conhecer um pouco sobre joão paulo machado mantovani curriculo: Possui graduação em Engenharia Agronômica Universidade do Oeste Paulista (2008). Pós Graduação (lato senso) em Gestão de Empresas pela Federação Getúlio Vargas. Mestrado em Agronomia na Área de Produção Vegetal pela Universidade do Oeste

Dieta/Alimentação para os iniciantes de musculação.

Salve Rapaziadinha Leonardo Monteiro na área! O que eu devo comer quando começo a treinar ? Devo focar em emagrecer ou ganhar músculos ? Tenho que cortar os carboidratos para emagrecer agora que estou fazendo academia ?     . Perguntas frequentes no nosso meio, tanto pra quem está começando

𝐀𝐑𝐑𝐀𝐈𝐀́ 𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐎𝐂

🗣 ÓIA COBRAAA… SENTEI 🐍 🏳️‍🌈 Pocfest Produções Apresenta: 🤠🌽 𝐀𝐑𝐑𝐀𝐈𝐀́ 𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐎𝐂 🌽🤠(ATÉ O SOL RAIÁ – 5hrs de festa + After) 📆 SAVE THE DATE: 2 de JulhoSábado – Dás 23h às 7h (8hrs de festa) 📍Local: @portalbarepub Vocês pensaram que não ia ter Quermesse né?Pois então já

Cripto Day

‼️ Ladies and gentleman! ‼️🎩 Estamos a instantes do Cripto Day, preparados ? 🫢 Uma nova éra, chegou a sua vez de conquistar o novo, bem vindos ao mundo lance certo. 💪👌 🗓 01.Julho (sexta-feira) a partir das 19h00 no Célimo buffet em Tupã-SP, vamos celebrar esse marco em vossas

Tiago Baracat Sanchez e Mariana Flacon

Aconteceu sob a benção dos pais convidados, e o jet set tupiniquim a confirmação do matrimonio do casal Tiago Baracat Sanchez e Mariana Flacon, A  Usina São Domingos Catanduva SP.  foi o palco desta magnifica festa com tudo de bom que ocasião merecia, Aos noivos só posso desejar felicidades.

COLETIVO TIBIRA – LGBTQPIA+

Surge em 19 de fevereiro de 2022. O Coletivo, sob convergência do mártir Tibira do Maranhão, da Revolta de Stonewall e dos movimentos LGBTQPIA+ do Brasil, acaba nascendo tendo um pouco de cada um destes registros históricos. Tupã é uma cidade referência quanto as questões indígenas, tendo forte influencia desde

Elizabeth e Maria Victoria

Final de semana passado o Vale do Canaã viveu um verdadeiro conto de fadas: Contos de fadas são encontrados tanto em tradições orais quanto em literárias. O nome “conto de fada” foi concebido pela primeira vez por Marie-Catherine d’Aulnoy no final do século XVII. Muitos dos contos de fadas atuais evoluíram de histórias seculares,

Rolar para cima