Páscoa Cristã

A Páscoa Cristã é comemorada todos os anos e relembra a crucificação, morte e ressurreição de Jesus Cristo. A celebração estende-se pela Semana Santa.

Páscoa é uma tradicional comemoração realizada nas religiões cristãs que relembram a crucificação e morte de Jesus Cristo e celebram sua ressurreição. Originalmente, a Páscoa foi iniciada pelos judeus e no cristianismo passou a ser comemorada com novo significado. Essa comemoração é realizada anualmente em uma data móvel e os critérios que determinam a data da Páscoa foram estabelecidos pela Igreja Católica no século IV d.C. A palavra “páscoa” deriva do termo pesach, oriundo do hebraico e dos termos pascha do latim e paskha do grego.

Páscoa Cristã

A Páscoa é uma comemoração que surgiu na tradição judaica em memória da libertação do povo hebreu da escravidão no Egito. Na tradição hebraica, a festa aconteceu porque Javé enviou uma ordem para que Moisés repassasse aos hebreus. Os judeus relembram a passagem do anjo da morte durante o acontecimento da décima praga do Egito. Em referência a isso, esse povo chama a sua Páscoa de “Pesach”, que significa “passagem”. No cristianismo, por sua vez, a Páscoa possui um significado distinto da crença judaica, mas, apesar disso, a festa cristã possui uma ligação direta com a dos judeus. Para os cristãos, como mencionado, a Páscoa relaciona-se com a crucificaçãomorte e ressurreição de Jesus Cristo. Dentro da tradição cristã, a ressurreição de Cristo aconteceu no terceiro dia após sua crucificação. Dentro da tradição cristã, a Páscoa é uma das mais importantes celebrações (para muitos, a mais importante) porque evidencia a importância da ressurreição de Cristo para os cristãos. O próprio apóstolo Paulo afirma em sua carta registrada em I Coríntios 15:14 que “Se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé” Esse pequeno trecho da Bíblia dá uma dimensão do grau de importância da ressurreição para a crença cristã. Ele nos dá a entender que sem a Páscoa, isto é, sem a ressurreição de Cristo, a fé dos cristãos não teria sentido prático. Os cristãos entendem que a morte de Cristo foi um sacrifício voluntário com o propósito de salvar a humanidade de seus pecados. Por meio desse sacrifício, a humanidade ganhou uma nova chance.

Semana Santa

A celebração que ocorre no domingo de Páscoa encerra a Semana Santa, período no qual são relembrados todos os eventos que levaram à crucificação de Jesus Cristo. O início da Semana Santa acontece no Domingo de Ramos, dia marcado pelo retorno de Jesus à cidade de Jerusalém. Durante essa semana, alguns eventos costumam ser destacados, como a Última Ceia, que aconteceu durante a Quinta-Feira Santa.

Na Última Ceia, Cristo reuniu-se com seus discípulos pela última vez e celebrou com eles. Nesse momento, Jesus narrou aos seus discípulos tudo o que aconteceria com ele: a traição (que seria cometida por Judas Iscariotes) e a negação de Cristo (realizada por Pedro). Na Quinta-Feira Santa, costuma-se realizar o tradicional rito de lava-pés, que acontece em memória ao ato de Jesus lavar os pés de seus discípulos. Na noite da Quinta-Feira Santa, Jesus Cristo foi preso e no dia seguinte condenado e açoitado. Na Sexta-Feira Santa, ainda são relembradas a crucificação e a morte de Cristo. Utilizando como base a narrativa bíblica, a prisão de Cristo aconteceu enquanto ele estava no Getsêmani e se deu por meio da traição de Judas Iscariotes e em seguida foi julgado e condenado. No processo de crucificação, Cristo foi torturado e finalmente crucificado em uma colina chamada Gólgota. O sábado após a morte de Cristo e antes de sua ressurreição é conhecido como Sábado de Aleluia e o Domingo de Páscoa é exatamente o dia da ressurreição de Cristo. O grande paralelo entre a celebração judaica e cristã está no fato de que a crucificação e ressurreição de Cristo aconteceu na mesma época em que era celebrada a Páscoa judaica.

Tradições da Páscoa Cristã

A Páscoa é comemorada dentro do cristianismo de diferentes maneiras e essas variações acontecem por conta das distintas vertentes cristãs que existem. As diferenças podem ser resumidas pontualmente entre cristãos católicosortodoxos e protestantes (sendo que dentro do protestantismo existe uma gama de vertentes). Em nosso país, a tradição mais popular é a tradição católica.

Sendo assim, levando em consideração a tradição católica, durante a Semana Santa, são realizadas várias missas e diversas encenações da crucificação e ressurreição de Cristo que são conhecidas como Paixão de Cristo. Outra tradição muito conhecida também é a Procissão do Fogaréu que é realizada anualmente na Cidade de Goiás, localizada no estado de Goiás.

A Procissão do Fogaréu foi introduzida na antiga capital goiana no século XVIII pelo padre espanhol João Perestelo de Vasconcelos Espíndola. Na época, o padre era o pároco do município. Desde então, a tradição passou a ser realizada na cidade anualmente e, nos dias de hoje, atrai milhares de fiéis. Em 2018, a festa chegou a atrair cerca de 50 mil fiéis para a cidade do interior de Goiás|5|. A procissão encena a perseguição e prisão de Jesus Cristo.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 230

Fernanda Buono em 20 de outubro de 2021 encerrou  mais um ciclo em sua  vida. Defendeu a monografia da segunda pós-graduação. Em higiene ocupacional na Universidade de São Paulo-USP. Após o termino de seu colegial, ou ensino médio, a vida da Fernanda foi sempre assim, estudos, capacitações, pesquisas, dissertações e

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 229

Segundo a doutrina da Igreja Católica, o batismo não só é um sacramento de inclusão na Igreja, no Corpo Místico de Cristo, como também é necessário para a salvação. … Uma vez batizado, o cristão é um filho de Deus e um membro da Igreja e também pertence para sempre a Cristo, se perseverar

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 228

Todo o glamour da noiva Ana Paula Marcuzzo Calderaro, vestida de SANDRO BARROS na festa e a linda daminha Heloisa vestida por Ateliê Zeuda Rebouças ambos os vestidos dignos de princesas até parece obra de arte feito a mão Primos queridos Gustavo Coelho Dias, residente em Maringá e  Leandro Coelho 

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 227

Prof Dr Edmund Chada Baracat Linhas de Pesquisa: Análise morfológica, bioquímica, molecular, imunológica e clínica do sistema reprodutor de mulheres férteis e inférteis. Estudos experimentais clínicos. Aspectos morfológicos, bioquímicos, moleculares, clínicos e terapêuticos no climatério: Estudos experimentais clínicos. Efeitos histomorfológicos, bioquímicos, moleculares, sexuais e terapêuticos no climatério: Estudos experimentais e clínicos Enfoque: Ginecologia

festival Gastronômico – recanto motel

de 16 à 23 esta acontecendo no recanto motel tupã o festival gastronômico, neste período todos os pratos estão com 30 % de desconto, pois como todas as novidades e o recanto prima por serviço de excelência, os ajustes de temperatura e adequação aos pratos você ganha este mega desconto

energia solar – SINERGIA

Estamos colaborando para criar soluções energéticas eficientes. Descubra SINERGIA. O futuro depende do trabalho sustentável que fazemos hoje. Com eficiência em . eficiência Energia Solar. Sustentabilidade. O que é Energia Solar Fotovoltaica? É o resultado da conversão da energia solar em energia elétrica, possibilitando a sua utilização doméstica, comercial, industrial

SOCIAL BY MARÔ VIANA – ANO I – EDIÇÃO 226

Maria Eduarda Baracat Sanchez, celebrou mais um ano de vida recentemente, muitas mensagens, muitos, presentes, grandes carinhos para lembrar o quanto é querida  a matriarca  nos altos da Fazenda Bandeira, um brinde especial a esta data querida Maria Flavia Baracat Sanchez acompanhou todos os destelhes de perto para o editorial

Rolar para cima